Hotel Rec Barcelona | Hospedagem moderna e bem localizada na capital catalã

Começamos nossa leva de viagens da primavera/verão da Europa por Barcelona, aproveitamos um dos muitos feriados de maio e fomos curtir uns dias de música de sol na capital catalã. Nossa motivação da viagem foi o Primavera Sound, festival espanhol consolidado e que sempre tive vontade de conhecer. Como era de se esperar, Barcelona por si só já é bastante concorrida, uma das cidades mais visitadas do mundo, e achar hospedagem por lá não é a coisa mais fácil. Sim, há uma profusão de apartamentos para alugar, mas essas modalidades estilo airbnb, hoje em dia, já não nos interessa mais. Fomos entusiastas no seu começo e achamos que a proposta inicial era incrível, mas hoje acreditamos que essa empresa e suas correlatas são parte do problema do turismo desenfreado que tanto afeta as grandes metrópoles do mundo. 



Dividimos nossas quatro noites na cidade em dois hotéis com o objetivo de trazer mais conteúdo aqui para o blog. Buscando reservar essas hospedagens com uma boa antecedência, encontramos várias boas opções em Barcelona. O primeiro escolhido foi o bem localizado Hotel REC Barcelona, exclusivo para adultos. Com uma pegada bem hipster, ele se compara aos últimos hotéis que indicamos por aqui, como o Michelberger em Berlin, o BOB Hotel, em Paris, O Urban Lodge, em Amsterdam ou o incrível Urbanica em Miami. 

Logo na chegada fomos recebidos por jovens e simpáticos funcionários que prontamente nos ofereceram uma bebida enquanto esperávamos os trâmites do check-in. Tudo não levou mais do que 10 minutos. Efetuamos o pagamento nesse momento e foi bem aí que tivemos um contratempo que comprometeu um pouco nossa boa impressão do hotel. Explico: Na primeira tentativa de cobrança, a máquina do cartão acusou erro, mas nós recebemos a confirmação de pagamento através do celular. Como eles não viram essa confirmação na máquina, fizeram mais uma tentativa, dessa vez com o OK do aparelho. E, mais uma vez, vimos a confirmação via SMS. Tentamos argumentar que foram feitas duas cobranças, mostramos o extrato da conta, mas no registro deles eles só conseguiam enxergar uma transação. No fim, ficamos de resolver com o nosso banco. Achei o staff pouco preparado para lidar com situações do tipo, me faltou alguém mais experiente no momento, mas enfim... 




Quarto confortável e moderno

Nas imediações do Arc do Triomf, a mais ou menos 400 metros da estação de metrô de mesmo nome, o prédio onde fica o Hotel Rec Barcelona aparenta ser uma construção nova e toda sua extensão abriga dependências que fazem parte do complexo. No nível da rua estão a recepção e, do lado oposto, o movimentado restaurante aberto ao público, o Fismuler. O hotel tem 99 quartos divididos em 5 categorias, nós ficamos em um quarto no 5º andar, na categoria REC Life, com vista para a Carrer Rec Comtal. O quarto é amplo, excelente para duas pessoas. O destaque, sem dúvida, vai para o tamanho da cama, que em seu formato de quadrado generoso, ocupa boa parte do ambiente, mas sem comprometer o espaço da circulação ou das nossas duas malas tamanho “p”. Travesseiros e almofadas complementam a sugestão de conforto à primeira vista. A vontade imediata, depois de um voo com 3 horas de atraso, sem dúvida é querer testar a cama. 






Mas ainda temos alguns cantinhos do quarto para desvendar, como o espelho corrediço, que dá privacidade à área do chuveiro. Puxando-o e posicionando-o para sobre a pia, o box fica exposto e “interligado” ao quarto. Viajando sozinho ou com alguém que você tenha intimidade, esses banheiros moderninhos dão uma sensação boa de liberdade. Gosto bastante. As amenities na área do chuveiro seguem a tendência do momento: frascos grandes, mas no caso desse hotel, existe um produto para cada etapa do banho, diferente do que vemos em hotéis econômicos, onde há um mesmo produto para cabelo, corpo, lava-louças e faxina da casa. Ainda há um pacote no pequeno guarda-roupa com aquele kit de emergência, contendo material de costura, pasta de dente e escova, cotonete e lixa de unha e um mini pente. Me pergunto quem usa o mini pente, no entanto. 






O quarto ainda tem uma mesa de apoio com cadeira, chaleira elétrica, chá e café de cortesia, tv com canais a cabo, secador de cabelo e ar condicionado. E, durante a manhã, depois da nossa excelente primeira noite de sono, descobrimos que o quarto tem ótima luz natural. Nos corredores de cada andar, descobrimos que existem máquinas de café – pagos à parte – e vending machines com água, cerveja, refrigerante e alguns snacks a preços justíssimos, por exemplo, água a 1 euro e cerveja a 2,50. Compensa a falta de frigobar nos quartos. 

Café da manhã com vista em Barcelona

O café da manhã é servido das 7 às 11 no rooftop do prédio, no sétimo andar, onde também fica a piscina e de onde temos uma vista panorâmica da cidade. É difícil não se encantar tanto com a beleza de Barcelona, que é um excelente pano de fundo para a refeição, quanto com a decoração descolada do lounge. A gente quase não repara que alguns itens do café da manhã são industrializados, como os sucos, que estão dispostos em garrafas de vidro, como se tivessem sido feitos na hora. Ou o iogurte, também servido em garrafinhas bonitas, mas basta um gole para constatarmos que se trata de produtos comuns com boa apresentação. Uma pena. 










Aliás, tudo é muito bem apresentado, pães, ovos, frios, doces, tortillas, as cerâmicas... Mas só vale a pena porque está incluso no preço da nossa diária, 160 euros por noite, o casal, porque se tivéssemos que pagar os altos preços que normalmente os hotéis cobram pelos seus cafés da manhã, não valeria a pena. 

Conclusão

Nossa hospedagem de duas noites no Hotel Rec Barcelona, por causa do conforto do quarto, foi excelente. Eles têm potencial para ser um ÓTIMO hotel: localização muito boa, quartos confortáveis, design e personalidade. Bastam algumas alterações no café da manhã, hotel desse porte servindo suco industrializado fantasiado de suco fresco, não dá. Entre outros itens. E funcionários mais experientes, ou bem preparados, para lidar com situações adversas. Corrigindo essas coisas, o Hotel Rec Barcelona merece um 10, sem corrigir, por enquanto, fica com um sete. 

Comentários