Alemanha | 10 coisas para fazer em Stuttgart

Chamamos Stuttgart de casa há pouco mais de 2 anos. Sim, o tempo passa rápido. E para quem é novo no blog, já chamamos essa cidade de casa uma outra vez, em 2010, quando vivemos aqui por 3 meses. É fato que a capital do estado de Baden-Württemberg, no sul da Alemanha, hoje é bem diferente do que era em 2010. Para o bem e para o mal conseguimos ver claramente o crescimento e desenvolvimento da cidade. Stuttgart hoje está mais cosmopolita, sem perder o ar de cidade pequena – inclusive um estudo publicado no ano passado apontou a cidade como a menos estressante do mundo. Excelente título para se ostentar hoje em dia. 

Ainda nas diferenças que enxergamos entre 2010 e 2018, vejo que a cidade está muito mais miscigenada, heterogênea...  E, se para alguns essa mistura pode ser sinal de preocupação, para quem vem de fora pode significar acolhimento e pertencimento. Outro dado interessante é que quase 50% da população de Stuttgart  tem raízes estrangeiras. E isso é muito mais visível hoje, sem dúvida.

Já vi muita gente dizer que Stuttgart não tem o que fazer, que é uma cidade, que por abrigar grandes empresas, as pessoas só visitam a negócios. E essas pessoas não poderiam estar mais erradas. A cada ano que passa Stuttgart se mostra como uma pequena metrópole, porém cheia de personalidade,  que convida o visitante a passar, pelo menos, 2 noites por aqui. Para reforçar o convite, listo 10 coisas para você fazer em 48 horas em Stuttgart:


1 - Visitar a Stadtbibliothek – Já não é nenhuma novidade que essa biblioteca, uma das mais incríveis do mundo, é um dos meus lugares favoritos por aqui. E se você não considerava visitar uma biblioteca nas suas férias, vai reconsiderar esse hábito ao conhecer a Stadtbibliothek por dentro.

A biblioteca pública de Stuttgart é a mais bonita que já vi 
Com um interior que poderia servir de cenário para um filme futurista, esse lugar é um oásis de tranquilidade no meio da cidade. E sim, há uma seção bacana de títulos em português (e em muitos outros idiomas que não o alemão) ótimo para quem tá com saudade da sua língua materna;

2 - Tomar uma cerveja no Palast der Republik – O que um dia já foi um banheiro público, hoje é o point nos dias ensolarados em Stuttgart. O Palácio da República serve cerveja e outras bebidas ao longo do dia e segue madrugada adentro. Reunindo pessoas dos mais variados estilos, confesso que o Palast é parada obrigatória nos fins de semana onde as temperaturas estão mais altas, no caso, primavera e verão.

Palast der Republik, melhor lugar para tomar uma cerveja em Stuttgart nos dias de sol  

Aliás, o primeiro sábado em que o sol sustenta e faz algum calor, na primavera, é certeza de visita ao Palast der Republik, pois todo mundo está sedento tanto por uma cerveja, quanto pela luz que tanto fez falta no inverno. O lugar é simples, é um quiosque no meio de uma praça, sem firulas. Vá ao balcão, peça e pague sua cerveja e, se achar lugar, se acomode em alguma das mesas, cadeiras ou batentes;


3 - Ir no Höhenpark Killesberg – Mesmo com a presença de grande indústrias Stuttgart tem vários parques, praças, lagos e jardins. Sendo, definitivamente, um lugar que valoriza bastante o meio ambiente, cerca de 20% da área verde da cidade é protegida por lei. Cercada por vinhedos e florestas, Stuttgart tem espaços para todos os gostos.

Primavera nos jardins do Höhenpark Killesberg

Um parque grande e bonito que nós gostamos de ir é o Höhenpark Killesberg. Seus jardins são transformados a cada ano de modo que sempre nos deparamos com um mar de flores diferente, imensos gramados excelentes para um piquenique, além de outros atrativos, como um mini zoo, uma pequena linha férrea em funcionamento e uma boa infraestrutura com bar e restaurante. Por fim, o parque tem um mirante para aqueles que querem ver Stuttgart de cima, vencendo as escadas, terão uma vista privilegiada da cidade;

4 - Se refrescar num freibad no verão – Esse verão de 2018 certamente ficará registrado como um dos mais quentes da Europa. Com os termômetros ultrapassando os 30 graus Celsius dia após dia por semanas, e casas pouco preparadas para as altas temperaturas, o jeito foi se refugiar em alguma piscina pública. Stuttgart tem cerca de 20 fontes de água mineral espalhadas em seu território, tornando assim a cidade conhecida pelos seus spas e bads. Muitos desses “banhos”, que funcionam o ano todo com suas saunas e piscinas aquecidas, têm piscinas ao ar livre que são abertas na estação mais quente do ano.

Inselbad Untertürkheim no verão de Stuttgart

Caso a sua visita se dê entre maio e setembro, é altamente recomendável um pulinho em um dos freibads de Stuttgart. Conhecemos a Inselbad Untertürkheim e passamos horas bem agradáveis por lá. Para quem não quer encarar a piscina pública, eles têm uns chuveirões que quebram um galhão no calor, além de infraestrutura com bares, lockers, banheiros, mesas de ping pong, trampolins e um imenso gramado onde podemos esticar uma canga e curtir um dia de verão como se deve;

5 - Passear (e comprar) na Königstraße Tradicional rua de comércio em Stuttgart, a Königstraße é ponto de encontro daqueles que adoram bater perna e, principalmente, fazer umas compras. Lojas tradicionais, fast fashions, cafés, livraria, bares e restaurantes tomam conta desse boulevard de pouco mais de 1km de extensão que fica no coração da cidade.

Após as compras na Königstraße a gente ainda pode apreciar a beleza do fim do dia na Schloßplatz 

Em se tratando de compras, a rua comercial já não é mais a única opção da cidade, que conta com shoppings como o Milaneo ou regiões destinadas à atividade, como o Dorotheen Quartier. Mas só passeando pela Königstraße a gente se depara com alguns pontos turísticos de Stuttgart, como a Schloßplatz – ou praça do castelo –, a torre bonita da Stiftskirche, além de museus e outras edificações históricas.


6 - Ver a cidade do alto – Stuttgart é uma cidade cercada por montanhas e, justamente por isso, existem alguns pontos altos de onde podemos ter uma vista privilegiada da capital de Baden-Württemberg em meio ao vale. A opção mais conhecida para se ter uma vista panorâmica é subindo na Fernsehturm. A antena de tv que hoje é símbolo da cidade, tem 216 metros e foi a primeira construída no mundo nesse estilo.

Parte de Stuttgart vista a partir da Killesbergturm, à direita, a Fernsehturm, símbolo da cidade alemã

Já o mirante do Höhenpark, a Killesbergturm, tem 40 metros, mas ainda assim a vista é bem bonita e a subida, gratuita. Já no Karlshöhe Park, nas imediações da Marienplatz, um passeio também gratuito, a gente pode apreciar a vista enquanto aproveita para tomar uma cerveja no biergarten. Prepare as pernas para as subidas! 


7 - Visitar os museus da Mercedes-Benz e da Porsche  Stuttgart é conhecida mundialmente por ser a casa de duas grandes marcas automotivas, a Daimler e a Porsche, e como era de se esperar, as duas mantém museus interessantíssimos aqui. Há quem diga que uma visita a Stuttgart sem uma passadinha em pelo menos um desses museus não está completa.

Porsche Museum é um dos mais visitados pelos turistas

Confesso que não é o meu passeio favorito, mas tenho que reconhecer a excelência dos dois museus em contar e mostrar a história dos seus produtos. Em especial, o da Mercedes-Benz, que não tem como separar a invenção do automóvel da criação da empresa. Tudo isso retratado da forma mais impactante e interativa possível. Se você considera a visita, saiba que há um incentivo para que se vá aos dois museus: 25% de desconto na entrada do segundo.


8 - Festejar na Volksfest ou na Frühlingsfest contei para vocês que Stuttgart tem a maior festa da primavera da Europa, a Frühlingsfest. O que eu não contei é que aqui também tem uma festa no melhor estilo Oktoberfest, só que com muito menos turista. Aliás, a Cannstatter Volksfest acontece quase na mesma época da festa da cerveja de Munique.

Fim de tarde de primavera na frühlingsfest de Stuttgart

Ambas as festas aqui de Stuttgart são realizadas no mesmo lugar, na Wasen, contam com transporte  público na porta, parque de diversões, muita música, cerveja, comida e animação. Esses festas de rua da Alemanha são um dos motivos que me fazem gostar tanto daqui.  Anota aí: a Volksfest de 2018 vai de 28 de setembro a 14 de outubro. Já a Frühlingsfest de 2019 vai de 21 de abril a 13 de maio.

9 - Se encantar com o Mercado de Natal – Se as festas de rua me fazem amar a Alemanha, os Mercados de Natal me fazem nunca mais querer ir embora daqui. Tradição bonita que começou na região da Alsácia, na França, mas que hoje faz parte da identidade do inverno alemão, os mercados vêm para esquentar e iluminar quando a estação mais fria do ano começa a dar as caras.

Ninguém fica imune à magia dos Mercados de Natal da Alemanha

E o Mercado de Natal de Stuttgart é conhecido por ser o um dos mais antigos e o maior da Europa, recebendo mais de 3 milhões de visitantes que percorrem diariamente suas 290 bancas. Além do clima de festa, que dá toda aquela motivação pra gente se cobrir dos pés à cabeça, eu gosto mesmo é de pegar uma caneca de Glühwein – vinho quente –, ver a vida passar enquanto observo olhinhos deslumbrados pela beleza e magia dos Mercados de Natal da Alemanha. Esse ano, o Stuttgarter Weihnachtsmarkt vai de 28 de novembro a 23 de dezembro;

10 - Comer comida típica da Suábia – Uma  viagem que se preze tem que ter comida boa, né? E a comida aqui da Suábia – região do sudoeste alemão – é farta e tem sustança! Diria que os pratos são mais apropriados para as épocas mais frias do ano, então é mais confortável provar essas delícias entre outubro e abril. 

Comida típica: O farto Schwabenteller do Paulaner am alten Platz

Maultaschen (uma espécie de ravióli grande) e o Spätzle (um macarrão mais grosso) são os dois representantes mais fortes dessa cozinha. Se você tem curiosidade de provar um pouco de cada coisa, não vai se arrepender de pedir um Schwabenteller (ou Schwabenpfännle, dependendo do restaurante), prato que contempla as principais receitas dessa região do país. Aqui indico alguns restaurantes mais tradicionais de Stuttgart onde você poderá provar uma típica refeição da Suábia: Paulaner am alten Postplatz | Sophie Brauhaus | Carls Brauhaus.

Sem dúvida, Stuttgart tem muito mais a oferecer, como Markthalle – seu belo mercado central –, cinemas tradicionais, castelos, lagos navegáveis e mais um sem fim de atividades. Essas foram só algumas pinceladas e a minha sugestão de roteiro para quem vem à cidade pensando que ela gira em torno somente do turismo de negócios. Pode até ser assim, mas quem quer se divertir e vem a Stuttgart, não vai voltar pra casa decepcionado.


Organize a sua viagem com o Raphanomundo


stuttgart: Get Your Guide

Comentários