Existem alguns passeios que podem ser feitos durante uma viagem ao Japão com o intuito de avistar ou mesmo se aproximar do Monte Fuji ou Fuji-San para os íntimos. Por estar nas cercanias do Fuji, uma área de forte atividade vulcânica, Hakone é considerado um destino de bem estar, além de um dos lugares mais indicados para avistar o vulcão que é cartão-postal do Japão. 






Em japonês, usa-se o termo Onsen para designar as fontes de águas termais naturais – abundantes na região de Hakone – ou mesmo uma acomodação que inclua banhos com águas destas fontes em suas dependências. Já o Ryokan, outro tipo de acomodação tradicional japonesa, também é comum nas áreas menos urbanas e em Hakone está presente em bom número atraindo, assim, turistas em busca de paz e descanso.

Se você não vai poder desfrutar de um pernoite relaxante por lá, há a possibilidade de fazer o passeio em Hakone, com direito a um trecho de teleférico – com vista para o Monte Fuji, se o tempo permitir – e também a um tranquilo passeio de barco no belíssimo Lago Ashi.


Além do Monte Fuji como pano de fundo, o passeio pela linda região de Hakone pode incluir visitas a pequenas vilas, museus, a um Torii (como são chamados os emblemáticos portais vermelhos dos templos xintoístas) que se ergue para fora d'água no Lago Ashi, assim como lojas e restaurantes.


Como fazer um bate-volta até Hakone

O ponto de partida para um passeio de um dia em Hakone é a estação de trem em Odawara. Se você estiver de posse de um JR Pass, basta encontrar a melhor conexão entre a sua cidade de partida e a estação Odawara com o shinkansen, o trem-bala japonês. Por exemplo, o tempo do percurso para chegar em Odawara é de 35 minutos a partir de Tóquio ou cerca de 2 horas a partir de Quioto.


Usando o Hakone FreePass 

Em Odawara, o próximo passo será adquirir o Hakone FreePass. Este produto turístico é pensado para que você possa explorar a região de Hakone livremente com os variados modais de transporte disponíveis. O passe é vendido com duração mínima de dois dias, mas o preço do ticket compensa mesmo para um passeio de um dia. O custo atual é de ¥ 4.600 por pessoa e dá direito a circular livremente pela região, incluindo o teleférico e o passeio de barco pelo Lago Ashi.


Em Odawara o passe pode ser adquirido diretamente num guichê (bem sinalizado) onde atenciosos funcionários vão te informar em detalhes sobre os tipos de transportes e locais de interesse. Para que o seu dia seja tranquilo e proveitoso, o ideal é chegar cedo a Odawara, pois o circuito de visitação dura cerca de 4 horas e meia apenas em deslocamentos.

Se você planeja visitar Hakone sem o JR Pass, há trens regionais (da operadora Odakyu) partindo de Shinjuku em Tóquio e é possível adquirir o ticket em combinação com o Hakone FreePass, neste caso, o passe incluindo o trecho entre Tóquio e Hakone-Yumoto vai custar ¥ 5.700 por pessoa e o trajeto leva cerca de 2 horas.


Itinerário de um dia em Hakone

Inicio em Odawara Station (shinkansen)

Trecho 1:

Odawara - Hakone-Yumoto (trem urbano) - cerca de 15 minutos

Para quem vem de trem-bala, após adquirir o Hakone FreePass, você segue para a plataforma de onde partirá o primeiro trem da jornada. É uma viagem rápida até Hakone-Yumoto.

Se você adquiriu o seu passe combinado em Tóquio-Shinjuku e se deslocou com o trem da Odakyu, esta já vai ser a sua estação de chegada.


Aqui você precisa decidir se vai realizar o percurso no sentido horário (direção teleférico, pega um trem para Gora) ou no anti-horário (direção lago Ashi, pegar um ônibus para Hakone Machi-ko ou Motohakone-ko). Veja aqui o mapa da região.

Nós decidimos ir na direção do teleférico primeiro e neste caso o itinerário ficou como listado a seguir.


Trecho 2:

Hakone-Yumoto - Gora (trem cênico) - cerca de 40 minutos

Este trem pode ser chamado de cênico pois além de mais lento, faz uma escalada pelas montanhas em meio a muito verde e, dependendo da época, muitas flores. O trem para em pequenas estações que dão acesso aos vilarejos do caminho.


Já em Gora, é possível explorar a vila, que é um pouco maior e abriga um parque e museus.


Trecho 3:

Gora - Sounzan (Funicular) - cerca de 10 minutos


Este estágio é a subida final para a plataforma que dá acesso ao teleférico. Neste ponto a altitude é 757 metros.


Trecho 4:

Sounzan - Togendai (Teleférico) - cerca de 30 minutos

Aqui o trajeto é feito normalmente com o teleférico entre a estação inicial Sounzan (757 m) e a final Togendai (741 m), passando por duas outras, Owakudani (1044 m) e Ubako (878 m). Durante o passeio é possível ver fontes de águas termais ativas, e, entre as estações Owakudani e Togendai, se o tempo permitir, ver o Monte Fuji.


No dia da nossa visita havia atividade vulcânica e, por segurança, o teleférico foi fechado. Um ônibus cobriu o trajeto, então não pudemos desfrutar da vista neste dia.


Trecho 5:

Togendai - Motohakone-ko (Barco) - cerca de 35 minutos

Após desembarque em Togendai, há um pequeno porto com lojinhas e restaurantes, de onde partirá o barco - com estilo pirata - para o passeio no lago Ashi. Dependendo da visibilidade no dia, é possível avistar o Monte Fuji no decorrer do passeio.




O barco faz um percurso circular partindo e retornando a Togendai, com duas paradas na outra extremidade do lago. Se você quiser pode desembarcar em ambas ou, se o seu objetivo for visitar o Hakone Jinjya Heiwa-no-Torii, o desembarque deve ser feito na segunda parada, em Motohakone-ko. Dessa margem do lago também é possível avistar o Fuji. Basta contorná-lo na direção oposta a do Torii e você encontrará áreas que se transformam em pequenos mirantes. Com o ângulo correto, o Fuji aparecerá quase acima do Torii.


Trecho 6:

Motohakone-ko - Hakone-Yumoto - Odawara (Ônibus) - cerca de 50 minutos

Após passear na beira do lago, chega a hora de retornar a Odawara para seguir viagem até a sua cidade de partida. Há linhas de ônibus tanto para Hakone-Yumoto quanto um direto até Odawara. Se você retornará a Tóquio com o trem da Odakyu, você deve pegar o ônibus para Hakone-Yumoto. Se você seguirá de shinkansen, pode aguardar a linha direta até Odawara ou mesmo ir de ônibus até Hakone-yumoto e depois seguir de trem até Odawara. Tudo dependerá do seu tempo e dos horários de partida.



Este passeio de um dia é bem cheio e repleto de belezas naturais e, além disso, dá uma boa impressão de como a vida fora dos grandes centros no Japão se diferencia da agitada vida urbana. Com o tempo aberto a vista do Fuji é mais provável, mas é bom ter em mente que com a natureza, não há garantias. Na nossa próxima viagem, certamente nos hospedaremos ao menos uma noite na região para desfrutar também dos Onsen e Ryokans.

Nesse site você pode encontrar informações mais detalhadas sobre a situação e horários dos transportes em Hakone na época da sua viagem.





Quer viajar para o Japão agora mesmo, sem sair de casa? Ou está planejando uma viagem para o Japão? Garanta agora a nossa revista digital sobre o país.





Reserve passeios e transfers pelo mundo com conforto e segurança

Alugue o carro da sua viagem online

Reserve sua hospedagem no Booking.com

Compare os melhores preços e contrate seu Seguro Viagem