Japão | Onde tomar café da manhã em Tóquio

Sei que numa viagem ao Japão você provavelmente vai se deleitar com a cozinha do país e provavelmente não enjoará dela. Nos meus 14 dias por lá provei de um tudo e sempre quis mais, no entanto, eu sou uma pessoa que adora café da manhã e, depois da minha passagem pelo Japão, ficou claro que meu paladar pende mais para o desjejum ocidental, com frutas, pães, ovos e um café quentinho pra arrematar. 


Nos hotéis que passamos pelo Japão, seja em Tóquio ou em Osaka, até havia uma coisa ou outra que lembrava o nosso café da manhã habitual, mas no geral, o buffet agradava mais aos orientais. Peixe, arroz, sopa de missô, porco e frango, edamame e outros itens salgados compunham o cardápio da primeira refeição do dia dos hotéis, tudo parecia um almoço. Até o cheiro. Pensei que fazia sentido os portugueses chamarem a refeição de pequeno-almoço, sobretudo na Terra do Sol Nascente.

Exemplo de um café da manhã típico japonês

Num sábado pela manhã, em Tóquio, eu senti que definitivamente precisava de um café da manhã ocidental, à nossa moda. Pesquisei alguns nomes e encontrei uma casa especializada na refeição, que posteriormente descobri ser original do Havaí. 

Onde tomar um brunch em Ginza

A Eggs n’ Things tem várias filiais espalhadas pelo Japão, principalmente em Tóquio. Fomos na que fica em Ginza e, em um fim de semana de sol, por volta das 10 horas manhã, havia uma fila de espera para o brunch. A sensação é de que os próprios japoneses parecem querer variar o cardápio de vez em quando. Não chegamos a esperar muito e logo estávamos na nossa mesa, o atendimento foi cordial todo o tempo, como costuma ser no Japão. O restaurante tem cardápio em inglês, o que facilita um bocado a comunicação, além de ser repleto de imagens – como na maioria dos lugares por lá. 





Escolhemos as bebidas, suco de laranja e café gelado, e os pratos: uma especialidade havaiana, o Loco Moco (carne de hambúrguer, ovos, arroz e molho), e Ovos Beneditinos com abacate e camarão. Para fechar, uma deliciosa French Toast (rabanada) com frutas e creme. Muito creme. A refeição custou salgados ¥5.200 mas saímos de lá satisfeitos tendo feito duas refeições em uma. 

A pedida, se visitar essa filial nos fins de semana, é descer e aproveitar que a avenida onde fica o centro comercial que abriga o restaurante, em Ginza, é fechada para os carros, e dar uma caminhada sem pressa vendo as lojas desse bairro que é casa das grandes marcas da moda internacional. 

Onde tomar café da manhã em Shibuya

Na segunda etapa da nossa viagem pelo Japão, depois de passar por Quioto e Osaka, retornamos a Tóquio e nos hospedamos em um hotel com pinta de hostel em Shibuya dessa vez. A hospedagem no MUSTARD™ Hotel Shibuya não foi lá essas coisas, o que salvou foi o belíssimo café da manhã servido no restaurante, que é aberto ao público. 



A gente não repetiria a dose de dormir por lá, mas certamente voltaríamos para um bom desjejum no melhor estilo hipster ocidental no Megan Bar & Pâtisserie. Comemos duas vezes por lá e deu para provar quase tudo do cardápio, Croque Madame, Ovos Mexidos, Panquecas com Ovos Fritos e Bacon, tudo feito na casa e bem gostoso. A fórmula, que custa por volta dos 10 euros o prato, inclui ainda uma bebida, que pode ser café, chá ou suco de laranja.



Quer viajar para o Japão agora mesmo, sem sair de casa? Ou está planejando uma viagem para o Japão? Garanta agora a nossa revista digital sobre o país.




Reserve passeios e transfers pelo mundo com conforto e segurança

Alugue o carro da sua viagem online

Reserve sua hospedagem no Booking.com

Compare os melhores preços e contrate seu Seguro Viagem

Rapha Aretakis

Viajante e sonhadora em tempo integral. Edito, escrevo e fotografo para o Raphanomundo desde 2010. Nascida no Recife, criada para o mundo, vivendo em Stuttgart, Alemanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram @raphanomundo