Eu já indiquei 10 coisas para se fazer em Marrakech, já mostrei onde comer algumas delícias marroquinas e compartilhei com vocês a resenha do primeiro Riad que testei na cidade. Ficou faltando, no entanto, mostrar a nossa segunda hospedagem em Marrakech, que foi a melhor das duas. Diferente do Dar Ourika, onde nos hospedamos nas duas primeiras noites no Marrocos, o Riad Chams Marrakech fica fora da Medina, o centro da cidade, mas ainda assim está muito perto de tudo. A distância entre os dois era de pouco mais de 600 metros. Para não nos perder pelos becos e ruelas, seguimos cuidadosamente as instruções disponíveis no Instagram do Riad, que mostra direitinho qual caminho seguir para chegar até a propriedade. 



Uma pausa para explicar para quem não sabe, o que é um Riad. Construção tipicamente marroquina, com dois ou mais andares, o Riad é um tipo de palacete, com seu interior aberto, como uma espécie de paço, com muitas plantas onde necessariamente há uma fonte no seu centro. 

Chegamos relativamente cedo, antes do horário que havíamos apontado para nossa entrada, por isso esperamos um pouco pela pessoa responsável pelo check-in, mas qualquer espera no Marrocos fica gostosa quando acompanhada de um chá de menta e biscoitos em um pátio arborizado e fresco. 



Procedimento de entrada feito, logo recebemos nosso quarto, e esse sim tinha a cara de quarto de Riad que eu tinha em mente. Bem menor que o primeiro, o Double Room 8/Ambre era bem aconchegante. A decoração, totalmente marroquina, sem luxo, mas simples e acolhedora. Não tinha tv, mas contava com um providencial ar condicionado, roupas de cama em bom estado, cama de casal muito confortável, quatro travesseiros, amenities no banheiro e secador de cabelos, o essencial para uma boa noite de sono no Marrocos. 










Depois de reconhecido o terreno do quarto, que ficava no segundo andar acessível somente por escada, fomos até a cobertura do Riad, para descobrirmos que havia uma mini e convidativa piscina nos esperando. Nenhum hóspede parecia que iria utilizá-la e, como havíamos separado a manhã para a mudança de hospedagem, a gente ainda tinha boas duas horas para curtir a piscina e aplacar o calor de mais de 40 graus que arrebatou o Marrocos na metade de maio. 


Rapidamente trocamos de roupa e curtimos aquele oásis particular. Que delícia. A partir daí estávamos prontos para explorar mais um pouco da encantadora Marrakech. No fim do dia voltamos ao terraço e nos deparamos com mais um pôr do sol deslumbrante, um espetáculo diário imperdível. 



O café da manhã era simples mas servido com muito capricho em uma das mesinhas que fica no pátio do Riad, junto à fonte. Suco de laranja natural – que no Marrocos é simplesmente delicioso –, geleia, manteiga, bolo, pães típicos, café e chá. A diária para o casal, com café da manhã incluso, custou 50 euros. Um excelente custo benefício, se comparado com o primeiro Riad. O que perde na localização, por ser um pouco “mais distante” que o Dar Ourika, o Chams ganha nos detalhes, na pequena piscina e no aconchego do quarto. No geral, acho que temos aqui duas boas opções de hospedagens tipicamente marroquinas em Marrakech.



Reserve passeios e transfers pelo mundo com conforto e segurança

Alugue o carro da sua viagem online

Reserve sua hospedagem no Booking.com

Compare os melhores preços e contrate seu Seguro Viagem