Hotel bem localizado e com estacionamento em Berlim

Não é novidade pra ninguém que acompanha o blog há algum tempo que Berlim é uma das minhas cidades favoritas no mundo. Todas as visitas que fiz à capital alemã, por algum motivo, se tornaram inesquecíveis. Desde o encantamento da primeira vez, passando pela temporada de um mês no verão de 2011, chegando à primeira edição do Lollapalooza na Alemanha em 2016, fora outras visitas soltas e mais rápidas, em todas essas ocasiões guardo alguma boa lembrança de lá. Em 2020 a gente já tinha data certa para voltar a Berlim, mas infelizmente por causa da pandemia tivemos que cancelar os planos e ficamos contando os dias para o reencontro. 




Em setembro desse ano, já totalmente vacinados e tendo viajado com sucesso para a Suíça, fomos passar um fim de semana em Berlim. Procurar hotel depois da pandemia é bem diferente do que era antes, pelo menos pra mim. As prioridades são outras, na verdade tenho mais critérios e mais filtros aplicados à busca por um hotel decente. 

Como temos viajado de carro, uma das primeiras coisas é encontrar hospedagem que ofereça estacionamento, de preferência incluso na diária e esse quesito pode dificultar bastante essa busca caso o destino seja uma grande cidade. Por sorte, os hotéis estão acompanhando a mudança do jeito de viajar imposto pela pandemia e estão passando a oferecer alguns "novos" diferencias, como vagas de garagem inclusas na diária. Foi assim em Zurique e também conseguimos tambémem Berlim. 

Depois, preciso saber se os quartos têm janelas que possam ser abertas, pois acho pouco provável dormir em lugares onde o ar não possa circular. Fora isso, as coisas de sempre: boa localização, limpeza, conforto e um bom café da manhã, afinal de contas sair de casa nos dias de hoje, ainda que brevemente, é um evento. 


Hotel bem localizado e com estacionamento em Berlim 

Aplicando todos esses critérios à minha busca, cheguei no descolado Nhow Berlin, do grupo NH Hotels. Às margens do rio Spree, o imponente prédio é uma obra de arte da arquitetura projetada por Sergei Tchoban, com vista para a emblemática Oberbaumbrücke. O hotel design tem a música como tema da sua decoração – assinada pelo interior designer Karim Rashid –, e sentimos isso desde o primeiro momento. 





Na área da recepção, no nível da rua, há um bar, além de restaurante, um terraço na beira do rio e um palco onde acontecem shows intimistas que movimentam ainda mais a cena de Friedrichshain, bairro onde está localizado o Nhow Berlin. 

Para quem não viaja de carro, o Nhow Berlin está muito bem servido pelo transporte público da cidade, já que as estações de Tram, U-bahn e S-bahn Warschauer Straße ficam a 600 metros do hotel, uma excelente localização. Aliás, os viajantes mais dispostos têm dois ótimos bairros nas cercanias do hotel para serem explorados a pé: Friedrichshain e Kreuzberg, ambos contam com restaurantes, bares, cafés, lojas e galerias, além de pontos turísticos tradicionais, como a East-Side Gallery


Como é a hospedagem no hotel Nhow Berlin 

Voltando a falar das dependências do hotel, cada um dos elevadores do Nhow Berlin tem uma playlist de dedicada a um ritmo musical, que é para o visitante já ir entrando no clima da hotel. Já os hóspedes que por ventura tocam guitarra, dá para pegar emprestado um dos instrumentos que estão na recepção durante a sua estada sem pagar nada a mais por isso. O hotel também conta com um aplicativo por onde podemos fazer pedidos dos mais diversos, tudo fácil e intuitivo. Pedi chinelos e travesseiros extras e tudo foi entregue conforme solicitado, achei uma boa ferramenta para driblar a dificuldade de comunicação ou a timidez. 







Os quartos do Nhow Berlin são divididos em 4 categorias, a mais básica, a Nhow Room, tem cama Queen ou Twin e não tem a vista impactante da Oberbaumbrücke. Nós ficamos na versão premium do quarto e eu posso afirmar que no verão, num dia lindo que pegamos por lá, ver um cartão postal de Berlim da janela do quarto, fez toda a diferença. Mas, no fim, a únicas diferenças entre os dois quartos é o espaço e a vista. De resto, ambos têm tv, frigobar, máquina Nespresso de café e chá, amenities e chuveiro com efeito chuva. A decoração é toda em tons de azul ou rosa, dependendo da localização quarto, eu peguei um rosa e achei bem simpática. 






Na noite do sábado em que estive no hotel havia um show no palco que fica no térreo do prédio e as janelas à prova de som isolaram bem o barulho que vinha de fora. De qualquer forma, a farra que o hotel promove não entra pela noite. 


Brunch com espumante num domingo de sol em Berlim 

Guardei o domingo, nosso último dia na capital alemã, para conhecer o brunch servido no hotel. Não reservei a diária com o café da manhã incluso pois a ideia era conhecer outros lugares pra tomar café da manhã em Berlim, mas como o brunch do Nhow Berlin é famoso, resolvi experimentar. 





Fazia sol, mas o friozinho matinal de fim de verão já estava presente e sabiamente o hotel, que tem uma grande área externa, oferece mantas para um maior conforto. A refeição custa 25 euros por pessoa e é servida em estilo buffet. Bem completo, com frutas, iogurtes, cereais, pães, frios, queijos, ovos, panquecas, uma vasta seleção de bebidas – ponto negativíssimo para a oferta de suco artificial – as opções, que também aparecem nas versões light, sem glúten e vegetarianas, parecem não ter fim. 


Eu não sei se era pelo momento ou pela falta de costume, afinal foram quase 2 anos em casa, eu não me senti muito confortável com toda a grandiosidade do espaço, nem com as comidas expostas num bufê, ainda que todos os que estavam nas dependências do hotel tivessem que usar máscaras nas áreas comuns e apresentar o passaporte de vacinação no momento do check-in. Eu acho que esse é um claro exemplo de um sistema que foi pensado para um outro momento do mundo e deve ser revisto. 


De qualquer forma, pela oferta de mesas e cadeiras na área externa, a experiência não é perdida, quando estamos sentados ao sol, às margens do rio, quase esquecemos que a vida mudou. A sorte é que Berlim é um lugar que nos convida a seguir em frente, se adaptar às mudanças, sem esquecer do passado, abrindo espaço para o novo. E assim vamos descobrindo as surpresas desse novo jeito de viajar.  

❗Em tempo, pagamos 125 euros a diária, para o casal, com estacionamento incluso. Reserve aqui o Nhow Berlin.



Reserve passeios e transfers pelo mundo com conforto e segurança

Alugue o carro da sua viagem online

Reserve sua hospedagem com cancelamento grátis

Contrate seu Seguro Viagem com cobertura para a Covid-19 e divida em até 12x sem juros

Comentários

(2)
  1. Que lugar incrível! Interessante é que parece que você faz parte da decoração do lugar! Hahaha linda e cheia de estilo como em todas as viagens! Post perfeito! Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah adorei o comentário! <3 Esse hotel é ótimo! Experiência toda redondinha, desde a decoração até o conforto do quarto. Recomendo mesmo. Beijo!

      Excluir

Postar um comentário

@raphanomundo