Um dos passos da preparação para visitar o Japão como turista nós descobrimos apenas quando começamos a nos informar sobre como solicitar o visto de turismo para o país. Sim, turistas portadores de passaporte brasileiro precisam solicitar um visto para visitar o Japão. A permissão necessária para realizar turismo na Terra do Sol Nascente é chamada de visto de curta permanência e deve ser solicitada na representação consular do Japão que atende a área da sua residência.


O tal passo faz parte da documentação que é solicitada e consiste em escrever uma previsão do seu cronograma de viagem com os locais a serem visitados, dia a dia, além da informação dos locais de hospedagem.




No primeiro momento isso pareceu um preciosismo, mas no nosso caso acabou sendo ótimo para estudarmos com calma o roteiro bem antes de botar o pé na estrada e, naturalmente, a viagem foi ficando bem mais organizada. Uma aulinha de organização japonesa antes mesmo de chegar ao país.

Se você precisar de ideias para o seu itinerário para solicitação do visto do Japão, segue aqui o que conseguimos fazer na nossa viagem – lembrando que o nosso cronograma planejado foi até menos detalhado: 

Dia 1: Tóquio | Voo e chegada em Tóquio; passeio em Roppongi Hills

Dia 2: Tóquio | Visita ao teamLab Borderless; Templo Sensō-ji em Asakusa

Dia 3: Toquio | Food Tour Mercado Tsukiji; Harajuku; Templo Hie;  Akihabara

Dia 4: Tóquio | Teatro Kabukiza em Ginza; Parque Ueno; Parque Shiba (Torre de Tóquio); Templo Zojoji; Golden Gai e Omoide Yokocho em Shinjuku

Dia 5: Quioto | Templo Kinkakuji; Cerimônia do Chá; Templo Yasaka

Dia 6: Quioto | Floresta de Bambu em Arashiyama; Templo Fujimi Inari; Mercado Nishiki; Gion

Dia 7: Bate volta | Castelo de Himeji; Ilha de Miyajima; Hiroshima





Dia 8: Bate volta | Passeio Em Hakone (Monte Fuji)

Dia 9: Osaka | Amerikaura; Rua Shinsaibashi-suji; Hozenji Yokocho; Roda gigante Tempozan; Dotonbori

Dia 10: Osaka | Passeio em Shinsekai; Templo Namba Yasaka

Dia 11: Tóquio | Parque Yoyogi; Karaokê

Dia 12: Tóquio | Museu Hara; Museu Yayoi Kusama

Dia 13: Tóquio | Shibuya; 

Dia 14: Tóquio | Viagem de retorno

Se você é residente no Brasil, no site da embaixada do Japão em Brasília é possível encontrar qual a representação consular que tem jurisprudência na sua área


Atenção: Vale lembrar que qualquer informação oficial e atualizada sobre vistos (do Japão ou de qualquer outro país) deve ser obtida diretamente nos sites oficiais dos consulados/embaixadas ou pessoalmente nestas representações. As informações aqui citadas são meramente ilustrativas da nossa experiência e podem conter dados desatualizados.



Quer viajar para o Japão agora mesmo, sem sair de casa? Ou está planejando uma viagem para o Japão? Garanta agora a nossa revista digital sobre o país.




Reserve passeios e transfers pelo mundo com conforto e segurança

Alugue o carro da sua viagem online

Reserve sua hospedagem no Booking.com

Compare os melhores preços e contrate seu Seguro Viagem